Luis Couto: “tem provas que me cativam”

Apesar da única participação, Luis Couto resume a época de 2017 positivamente.

Foram vários os motivos que impediram a realização do Troféu CIN 2017 na sua totalidade e, mesmo assim, o piloto navegado pela esposa Ana Oliveira realizou o Rali de Famalicão com uma nova viatura e “estávamos a habituar-nos ao mesmo”.

“tem provas que me cativam”

Luis Couto parte para a nova época com o objetivo de ganhar ritmo no novo carro, Fazer “o melhor possível e divertir-me”. Para que estes objetivos sejam possíveis, o piloto renovará a aposta no Troféu CIN porque “tem provas que me cativam”, programando também o maior número possível de provas a realizar.

Não esquecendo os apoios que transformam os seus projetos em realidade, ficam os especiais agradecimentos às “pessoas que me ajudaram na realização de outras épocas: Pneus D. PEDRO V, Armando Carvalho do grupo AJCARVALHO, Miguel Maia da MEGA MAISON,  Aurélio Pinheiro da ORACLE PERFORMANCE e também quero agradecer a minha esposa/navegadora por fazer parte desta aventura”.