Augusto Costa: “vamos apostar no CIN”

A época de 2017 teve diversos altos e baixos para a equipa de Augusto Costa. O piloto do Skoda Fabia RS, navegado por Susana Silva realça a forte concorrência na próxima época que se avizinha.

Augusto Costa, que terminou a 10ª edição do Troféu CIN na 5ª posição, relembrou os “diversos problemas com a viatura”, dos quais o “acidente no final de época” mas, de um modo geral e considerando que foi “a nossa primeira época para piloto e navegador, não podemos considerar que tenha sido um mau ano”.

Dependendo dos patrocínios, o piloto trofense planeia realizar o Troféu CIN na sua totalidade, reforçando a intenção de “lutar pelo melhor lugar possível em termos de geral e á classe”. “Em termos de viatura, piloto e navegador, estamos bastante condicionados em relação á concorrência”, desabafou.

Todo o trabalho realizado pela Team Baia ao longo do troféu foi, para Augusto Costa, decisivo para a sua decisão. “Estamos satisfeitos e, como tal, iremos voltar a apostar neste troféu em 2018”. Vincando a sua opinião aproveitou,

“O Troféu CIN é bastante atrativo e recomenda-se.”

Em relação a patrocinadores, os agradecimentos não ficaram esquecidos, sendo todos endereçados à Trofaclima, JRP, GMLUX, Eurospiro Norte, Softbit, Rodotirso e à Pneutrofa que, sem eles, “nada disto seria possível”.